Pular para o conteúdo principal

Hana Senesh-- uma jovem guerreira que merece ser sempre lembrada...

 Você já ouviu falar de Hana Senesh?

Nascida em 1921 em Budapeste, ela veio para Israel em 1939 para estudar agricultura.
Em 1941, ela se juntou ao Hagana, o grupo paramilitar que precedeu o IDF, e eventualmente se ofereceu para uma missão na qual ela saltou de paraquedas na Iugoslávia.
O plano era que ela e vários outros voluntários cruzassem a fronteira com a Hungria e levassem suprimentos para grupos de resistência anti-nazistas, ajudassem os pilotos aliados abatidos e organizassem esforços de autodefesa dos judeus.
Hana foi capturada na fronteira com a Hungria e executada depois de resistir à tortura e se recusar a divulgar informações sobre seus camaradas.
Ela tinha 23 anos...
Cerca de um ano após sua morte, uma mala contendo seus poemas, canções, diários, cartas e outros itens foi encontrada no Kibutz Sdot Yam, perto de Haifa, onde ela morava antes de embarcar na missão.
Sua mãe, Katherine, veio para Israel com os outros escritos de sua filha e sua propriedade foi administrada por seu irmão e seus filhos.
Ontem uma emocionante coletiva de imprensa online na segunda-feira, representantes da Biblioteca Nacional de Israel em Jerusalém, revelaram a coleção completa de arquivos de Hannah Senesh, que acabaram de receber de sua família.
Hannah Senesh é celebrada em Israel, tanto por sua bela poesia quanto por seu heroísmo durante a guerra.
Seus poemas hebraicos , como "Eli, Eli" (também conhecido como "Uma caminhada para Cesaréia") e "Bendito é o fósforo", foram musicados e se tornaram hinos.
Tem pessoas que merecem ser sempre lembradas... são estrelas iluminadas que ficam brilhando pra sempre no céu.
Ela é uma delas...
ELI ELI
Halicha L'kesariya
Eli, Eli
Shelo yigamer le'olam:
Hachol vehayam
Rishrush shel hamayim
Berak
hashamayim Tefilat ha'adam.
MEU DEUS
Caminhe até Caesaria
Meu Deus meu Deus
Que essas coisas nunca acabem:
A areia e o mar
O farfalhar da água
O relâmpago no céu
Oração do homem.
Linda música...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEGULOT... VOCÊ ACREDITA??? O QUE É ISSO???

Segulot Nesta época do ano (período próximo do ano novo judaico) e em todas as luas cheias as pessoas costumam enviar correntes de Segulot por mensagens. Mas o que seria isso exatamente? Etimologicamente segulot significa tesouro e é nesse sentido que é usada na Torá, quando se refere ao povo de Israel, como Am Segula.... povo escolhido. Popularmente entende-se segulot como palavras ou atos que tenham por finalidade contribuir de alguma forma para remediar ou curar o corpo ou a alma da pessoa.  É uma espécie de Tefilá (oração) que expressa concretamente , com base em desejos de fé (emuná) e confiança de que um indivíduo fortalece sua conexão com Deus. Em hebraico , a palavra Segulot, significa remédio espiritual. São apenas 28 palavras que têm um força poderosa de cura, limpeza e proteção.  É como se fosse um mantra ou uma oração falada que age como uma ferramenta mística do espírito. "Deus, nosso Divino Pai e Criador, por favor,  ande pela minha casa

ANA BECOACH... JÁ OUVIU FALAR?

ANA BEKOACH... JÁ OUVIU FALAR? Ana Bekoach é uma prece que segundo os cabalistas, das mais poderosas que tem. Ela possui uma sequência de letras hebraicas que circundam os reais poderes da criação. Ana Bekoah (lê-se ANA BEKOAH, com um “E” breve, um “O” fechado e um “H” como se fosse um r) É construída partir de 42 letras que fazem a conexão com o nome de DEUS. As sete sentenças da reza, relacionam-se com os sete dias da semana. Cada dia meditamos na sentença apropriada para tomar controle sobre aquele período de 24 horas. Domingo se conecta à primeira sentença e o shabat está ligado à última sentença. Cada mês do ano tem um corpo celeste e cada corpo tem um verso correspondente na reza Ana Becoach. Sendo assim, meditamos sobre o respectivo planeta e as letras hebraicas que criaram tanto o planeta como o signo do Zodíaco. Avraham o Patriarca, revelou os segredos astrológicos das letras hebraicas e dos signos do Zodíaco em seu tratado ca

MIRANTE AZRIELI EM TEL AVIV