A NOITE DOS CRISTAIS

 Israel...

Enquanto vamos chegando perto de um holofote no fim do túnel com relação à vacina para o Corona(aguardando boas notícias), enquanto vamos aproveitando dias lindos com temperaturas mais agradáveis, enquanto o comércio se rebela com as regras impostas e volta a funcionar, enquanto procuramos uma forma de nos reinventarmos e administrarmos a situação insana na qual o mundo foi colocado, não podemos deixar de lembrar o dia 9 de novembro de 1938...
A Noite dos Cristais...quando teve início uma triste onda de violência contra os judeus em todo o Reich .
Embora os ataques parecessem espontâneos, como se fossem uma revolta natural da população alemã contra o assassinato de um oficial daquele país em Paris, na verdade, o ministro alemão da propaganda, Joseph Goebbels e outros líderes nazistas haviam organizado os pogroms ( chacina dos judeus) cuidadosamente, muito antes deles acontecerem.
Num período de apenas dois dias, mais de 250 sinagogas foram queimadas, cerca de 7.000 estabelecimentos comerciais judaicos destruídos, dezenas de judeus foram mortos e, cemitérios, hospitais, escolas e casas judias saqueados, tudo ante a total indiferença da polícia e dos bombeiros e da população.
Os pogroms ficaram conhecidos como Kristallnacht ou "Noite dos Cristais", também “Noite dos Vidros Quebrados”, devido aos vidros estilhaçados nas vitrines das lojas, sinagogas e moradias de judeus.
Na manhã seguinte, 30.000 judeus alemães do sexo masculino foram presos pelo “crime” de serem judeus, e enviados a campos de concentração onde centenas acabaram morrendo. Algumas mulheres judias também foram detidas e enviadas para prisões locais.
Estabelecimentos comerciais de propriedade de judeus não puderam ser reabertos, exceto os que passaram a ser gerenciados por não-judeus.
Toques de recolher foram impostos, limitando as horas do dia em que os judeus podiam sair de suas casas.
Após a “Noite dos Cristais”, a vida de adolescentes e crianças judias na Alemanha e na Áustria se tornou ainda mais difícil: além de serem barrados em museus, parques e piscinas, também foram expulsos das escolas públicas. Todos os judeus passaram a viver totalmente segregados naqueles países.
Desesperados, muitos cometeram suicídio.
As famílias judias desesperadamente passaram a tentar sair da Alemanha e da Áustria...

O antissemitismo está cada vez maior em todo mundo e não podemos deixar isso se repetir.
Compartilhe, espalhe, pois todos devem ter conhecimento dos fatos que muitos negam indiscriminadamente até hoje.
Graças a Deus e à força de nosso povo, temos nosso chão.
Mas jamais podemos esquecer esses fatos.




Comentários

Postagens mais visitadas