Pular para o conteúdo principal

Viaje comigo.... MUSEU DO CAIRO, EGITO

Sair em excursão é estar pronto para uma maratona. Todos os dias acordamos muito cedo e vamos seguindo um roteiro pontual e muuuito bacana.  
É super cansativo, mas somente assim podemos conhecer muitos lugares em pouco tempo, e com qualidade, pois sempre tem um guia nos acompanhando e nos dando milhões de informações interessantes.
Mais um dos passeios muito legais no Cairo.
O Museu do Egito...
Para quem gosta de história e ainda mais essas histórias do Oriente Médio, este museu é uma viagem no túnel do tempo.
O Museu Egípcio é o mais importante museu do Egito. Situado no Cairo, a capital do país, a coleção do museu é composta por um imenso leque de mais de 120.000 antiguidades egípcias, reencontradas nas inúmeras escavações que se fizeram e fazem no Egito até hoje.
O museu abriu as portas no ano de 1858, tendo no seu acervo uma coleção doada por Auguste Marriette, um  arqueólogo francês.
Antes da sua inauguração o governo do Egito tinha criado em 1835 o "Serviço de Antiguidades do Egito" com a intenção de tentar evitar a pilhagem de antiguidades de estações arqueológicas.
Em 1900 o museu foi mudado para um palácio eclético da autoria do arquiteto francês Marcel Dourgnonna Praça Tahrir, onde permanece até aos dias de hoje.
Em 1902 foi aberta a biblioteca do museu, que é considerada como uma das melhores do mundo ao nível dos estudos sobre a civilização do antigo Egito.
O andar térreo do edifício possui quarenta e duas salas e o andar superior quarenta e sete.
O museu é especialmente conhecido pelo tesouro do Faraó Tutancâmon, que se conserva no seu interior.
É um espaço enorme, repleto de peças antigas e muito interessantes de se ver. 
Ver as tumbas, os móveis da época, como  eram enterrados os faraós, observar cada detalhe das esculturas, perceber a riqueza de cada peça... é algo inebriante....
Caminha-se muito por lá, mas vale a pena.
Vamos juntos???


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEGULOT... VOCÊ ACREDITA??? O QUE É ISSO???

Segulot Nesta época do ano (período próximo do ano novo judaico) e em todas as luas cheias as pessoas costumam enviar correntes de Segulot por mensagens. Mas o que seria isso exatamente? Etimologicamente segulot significa tesouro e é nesse sentido que é usada na Torá, quando se refere ao povo de Israel, como Am Segula.... povo escolhido. Popularmente entende-se segulot como palavras ou atos que tenham por finalidade contribuir de alguma forma para remediar ou curar o corpo ou a alma da pessoa.  É uma espécie de Tefilá (oração) que expressa concretamente , com base em desejos de fé (emuná) e confiança de que um indivíduo fortalece sua conexão com Deus. Em hebraico , a palavra Segulot, significa remédio espiritual. São apenas 28 palavras que têm um força poderosa de cura, limpeza e proteção.  É como se fosse um mantra ou uma oração falada que age como uma ferramenta mística do espírito. "Deus, nosso Divino Pai e Criador, por favor,  ande pela minha casa

ANA BECOACH... JÁ OUVIU FALAR?

ANA BEKOACH... JÁ OUVIU FALAR? Ana Bekoach é uma prece que segundo os cabalistas, das mais poderosas que tem. Ela possui uma sequência de letras hebraicas que circundam os reais poderes da criação. Ana Bekoah (lê-se ANA BEKOAH, com um “E” breve, um “O” fechado e um “H” como se fosse um r) É construída partir de 42 letras que fazem a conexão com o nome de DEUS. As sete sentenças da reza, relacionam-se com os sete dias da semana. Cada dia meditamos na sentença apropriada para tomar controle sobre aquele período de 24 horas. Domingo se conecta à primeira sentença e o shabat está ligado à última sentença. Cada mês do ano tem um corpo celeste e cada corpo tem um verso correspondente na reza Ana Becoach. Sendo assim, meditamos sobre o respectivo planeta e as letras hebraicas que criaram tanto o planeta como o signo do Zodíaco. Avraham o Patriarca, revelou os segredos astrológicos das letras hebraicas e dos signos do Zodíaco em seu tratado ca

MIRANTE AZRIELI EM TEL AVIV