Pular para o conteúdo principal

Bairro Copta, Cairo, Egito

 E a viagem seguia em frente com toda a intensidade!!!
Estávamos num grupo de 43 pessoas. Fomos através da Agência de Turismo na qual eu trabalho, a Maral Tours. De outra forma eu não teria ido.
O Egito é muito complicado. Além da situação política conturbada, a língua não ajuda, o relacionamento com as pessoas é um pouco difícil e a infra-estrutura de transportes de local, que une as grandes cidades através de trem ou ônibus é deficitária e inadaptada a ajudar o turista estrangeiro.
Melhor ir através de uma agência de viagem e, de preferência, em grupo.
O Cairo é uma cidade cinza, marrom, poluída, imensa e extremamente bagunçada. Capital do Egito, uma das cidades mais populosas do mundo, com quase 25 milhões de habitantes. São duas vezes e meia a população total de Portugal.
Uma cidade mergulhada no caos, com trânsito caótico, lixo nas ruas, sujeira e miséria. 
Uma população muito pobre, desesperada para vender objetos para os turistas.
Creio que se não fosse  pelas pirâmides de Gizé, uma das sete maravilhas do mundo antigo e moderno, o Cairo estaria completamente riscado dos circuitos turísticos.
Tem muito o que conhecer no Egito, mas infelizmente tínhamos um roteiro longo a cumprir e muitos lugares a visitar.
Conhecemos um pouco do Cairo, as pirâmides de Gizeh , o Bairro de Copta, o Rio Nilo, o Museu do Cairo e a Fábrica de Papiros.
 E chegamos no Bairro Copta.  
O termo "copta" refere-se aos cristãos egípcios que foram evangelizados por São Marcos, Apóstolo no primeiro século d.C.
 A palavra provavelmente origina-se da antiga palavra egípcia Hwt-Ka-Ptah que significa a "Casa do Deus Ptah". 
Enquanto os gregos usavam a palavra Aigyptos para o Egito, os coptas usavam o termo copta, Kyptos. 
O Bairro Copta está situado numa zona da cidade conhecida como Cairo Antigo (Misr al-Qadima).
Esta zona da capital egípcia é aquela onde podem ser encontrados os bastiões do cristianismo egípcio (o Cairo copta). O conjunto está cercado pelas muralhas da fortaleza romana da Babilônia, do séc. III d.C. e é um refúgio de vielas estreitas e de lugares sagrados.
 O bairro Copta do Cairo é o lugar onde residiam os cristãos ortodoxos quando os árabes conquistaram o Egito.
Diz-se que foi também neste bairro onde viveram Maria, José e Jesus durante o seu exílio na capital egípcia.
É, portanto, um lugar com uma imensa tradição e história judaico-cristã, refletida em pontos como o Museu Copta, construído no início do século XX, ou igrejas como a da Virgem e a sinagoga  de Ben Ezra, a sinagoga mais antiga do Egito. 

E a viagem segue em frente, acrescentando cada vez mais materiais interessantes, em nossos caminhos, em nossas almas.... 
























































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ANA BECOACH... JÁ OUVIU FALAR?

ANA BEKOACH... JÁ OUVIU FALAR? Ana Bekoach é uma prece que segundo os cabalistas, das mais poderosas que tem. Ela possui uma sequência de letras hebraicas que circundam os reais poderes da criação. Ana Bekoah (lê-se ANA BEKOAH, com um “E” breve, um “O” fechado e um “H” como se fosse um r) É construída partir de 42 letras que fazem a conexão com o nome de DEUS. As sete sentenças da reza, relacionam-se com os sete dias da semana. Cada dia meditamos na sentença apropriada para tomar controle sobre aquele período de 24 horas. Domingo se conecta à primeira sentença e o shabat está ligado à última sentença. Cada mês do ano tem um corpo celeste e cada corpo tem um verso correspondente na reza Ana Becoach. Sendo assim, meditamos sobre o respectivo planeta e as letras hebraicas que criaram tanto o planeta como o signo do Zodíaco. Avraham o Patriarca, revelou os segredos astrológicos das letras hebraicas e dos signos do Zodíaco em seu tratado ca

SEGULOT... VOCÊ ACREDITA??? O QUE É ISSO???

Segulot Nesta época do ano (período próximo do ano novo judaico) e em todas as luas cheias as pessoas costumam enviar correntes de Segulot por mensagens. Mas o que seria isso exatamente? Etimologicamente segulot significa tesouro e é nesse sentido que é usada na Torá, quando se refere ao povo de Israel, como Am Segula.... povo escolhido. Popularmente entende-se segulot como palavras ou atos que tenham por finalidade contribuir de alguma forma para remediar ou curar o corpo ou a alma da pessoa.  É uma espécie de Tefilá (oração) que expressa concretamente , com base em desejos de fé (emuná) e confiança de que um indivíduo fortalece sua conexão com Deus. Em hebraico , a palavra Segulot, significa remédio espiritual. São apenas 28 palavras que têm um força poderosa de cura, limpeza e proteção.  É como se fosse um mantra ou uma oração falada que age como uma ferramenta mística do espírito. "Deus, nosso Divino Pai e Criador, por favor,  ande pela minha casa

MIRANTE AZRIELI EM TEL AVIV