Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Hava Nagila!!! Você sabe a história dessa música?

Hava Nagila   ( הבה נגילה   em hebraico) é uma canção folclórica hebraica cujo título significa   Alegremo-nos . É uma música de celebração, especialmente muito popular entre os judeus , e é muito executada por bandas em festivais e festas  judaicas. A melodia foi inspirada numa canção folclórica ucraniana da região da  Bucovina .  O texto comumente usado foi provavelmente composto por   Abraham Zevi Idelsohn   em 1918 para celebrar a vitória inglesa na Palestina durante a  Primeira Guerra Mundial , bem como da  Declaração de Balfour . A tradução, pronúncia do título e lírica variam pelo mundo afora.  A história dessa melodia... Conhecida por judeus e não-judeus, é, sem dúvida, Hava Nagila, uma música que muitos já escutaram.   Desde suas origens obscuras no início do século XX na  Palestina, a música passou a tornar-se favorita em casamentos, bar e bat mitzvahs, e em  eventos culturais judaicos em todo o mundo – e entre judeus e não-judeus.   Com suas letras

Dia de Jerusalém- prá sempre nossa Jerusalém!!!!

Dia de Jerusalém (Yom Yerushalayim)  Iom Yerushalaim, dia de Jerusalém, comemora a reunificação de Jerusalém em 1967.  E claro, merece ser muito comemorado!!!! E aqui resolvi homenagear esta cidade tão encantadora, com esta matéria, para todos saberem um pouco mais de nossa história e também poder viajar um pouco pelas fotos que tirei em passeios que fiz por lá.  Aqueles que visitam Jerusalém não podem deixar de ficar  fascinados pelo esplendor das paisagens, a extravagância do seu povo, a variedade de aromas, cores e sons que revelam o mosaico cultural que faz a cidade.  Uma cidade linda cheia de contrastes com toques altamente exóticos e muito interessantes. Uma viagem na história e no caminho de sofrimento de muitos na defesa de seu povo e de seu território. Cidade de contradições, espiritualidade e stress diário. Cidade que detém a "paz" em seu nome e conflito na sua geografia. Cidade em que o presente e modernidade são reeditados no dia de ontem, um on