Pular para o conteúdo principal

Jardins Bahai em Haifa - Israel


O Templo - Haifa


Um lugar imperdível de se conhecer aqui em Israel.
Um jardim maravilhoso, diferente, mágico, silencioso, lindo...
Neste local, membros da fé Bahai estabeleceram o seu templo e seu centro mundial, devido a importância do local para sua fé.
Em seu coração está o Santuário de cúpula dourada do Bab, lugar de descanso do Profeta arauto da Fé Bahai.
As diferentes partes dos jardins oferecem  caminhos de casacalhos, canteiros elaborados, flores cuidadas e alimentadas por jardineiros dedicados a isso.
A partir do jardim, tem-se uma vista  fabulosa do Mar Mediterrâneo e da Galiléia.
Normalmente os jardins estão abertos ao público 7 dias por semana, mas  tem algumas datas que eles são fechados, assim como em dias chuvosos, devido as calçadas que ficam escorregadias.
Haifa é uma cidade portuária de Israel, sendo a terceira maior do país, depois de Tel Aviv e Jerusalém.
Localiza-se na costa, ao norte do páis construída nas encostas do Monte Carmel.

É o centro mundial da congregação religiosa Bahai, um patrimônio Mundial da UNESCO.
A fé  Bahai tem a sua origem no Irã, onde os seus seguidores se separaram da fé Xiita muçulmana existente. Seu fundador Baha'u'llah foi exilado do seu país natal no final do século XIX e foi para Haifa e Akko, depois de ter sido perseguido nos países muçulmanos vizinhos. Ele se impressionou com a beleza do Monte Carmel e expressou o desejo de " o Bab" , o precursor da fé, de ser enterrado ali. 
Depois de 20 anos, os ossos de Bab foram sepultados em Haifa, no lugar que depois se desenvolveu  o  centro para a fé Bahai.
Eles acreditam que todas as religiões do mundo são na verdade uma só. 
O templo, com sua cúpula dourada, paredes de mármore italiano e pilares de granito, foi construído em 1953 e tornou-se um dos maiores sítios turísticos de Haifa.
Sua cúpula com 40 metros de altura é coberta por 14 mil tijolos revestidos de ouro. O templo tem nove lados, representando as 9 maiores religiões do mundo. É cercado por várias outras construções especiais, incluindo a Casa Universal da Justiça , sede dos novos membros do alto conselho Bahai, assim como o prédio que abriga os arquivos da fé Bahai. 
Estes jardins podem ser vistos de vários pontos de Haifa. 
Eles foram projetados e inspirados pelas doutrinas da fé Bahai. Combinaram perfeitamente com o declive da cidade. Os jardins se expandem por 19 terraços com 400 mil metros quadrados de área cultivada e o mais alto, contém os Jardins Persas, com sua topiaria esculpida em estrelas de oito pontas. Degraus de pedra nos levam para baixo até os maravilhosos Jardins suspensos, projetados em 9 círculos concêntricos que se estendem saindo do templo em direção ao centro. 
Os jardins combinam trabalhos em pedra e metal, além de fontes, arbustos e gramados extensos. O caminho principal é todo cercado por jardins coloridos e bem cuidados, que se misturam com a flora natural e avivam o panorama da encosta da montanha, enquanto criam uma pequena reserva natural. 
O jardim recebeu o nome de oitava maravilha do mundo devido a sua beleza encantadora que produz uma sensação de relaxamento, calma durante o dia. 
A noite, devido a iluminação especial ele fica com um ar romântico e inesquecível. 
Quatrocentas e cinquenta espécies diferentes de plantas, a maioria da região, foram escolhidas para os jardins, pela cor, altura e resistência.  
Fiquei encantada com os arranjos florais criados em vários pontos dos jardins, com a riqueza de detalhes. 
As cores combinando, os contrastes de vermelhos, coloridos e verdes ... Tudo muito lindo!!! 
O sistema de irrigação é operado por computador e, toda a água, inclusive das fontes é reciclável.
Mais um lugar que eu super recomendo para você visitar.

































































































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ANA BECOACH... JÁ OUVIU FALAR?

ANA BEKOACH... JÁ OUVIU FALAR? Ana Bekoach é uma prece que segundo os cabalistas, das mais poderosas que tem. Ela possui uma sequência de letras hebraicas que circundam os reais poderes da criação. Ana Bekoah (lê-se ANA BEKOAH, com um “E” breve, um “O” fechado e um “H” como se fosse um r) É construída partir de 42 letras que fazem a conexão com o nome de DEUS. As sete sentenças da reza, relacionam-se com os sete dias da semana. Cada dia meditamos na sentença apropriada para tomar controle sobre aquele período de 24 horas. Domingo se conecta à primeira sentença e o shabat está ligado à última sentença. Cada mês do ano tem um corpo celeste e cada corpo tem um verso correspondente na reza Ana Becoach. Sendo assim, meditamos sobre o respectivo planeta e as letras hebraicas que criaram tanto o planeta como o signo do Zodíaco. Avraham o Patriarca, revelou os segredos astrológicos das letras hebraicas e dos signos do Zodíaco em seu tratado ca

SEGULOT... VOCÊ ACREDITA??? O QUE É ISSO???

Segulot Nesta época do ano (período próximo do ano novo judaico) e em todas as luas cheias as pessoas costumam enviar correntes de Segulot por mensagens. Mas o que seria isso exatamente? Etimologicamente segulot significa tesouro e é nesse sentido que é usada na Torá, quando se refere ao povo de Israel, como Am Segula.... povo escolhido. Popularmente entende-se segulot como palavras ou atos que tenham por finalidade contribuir de alguma forma para remediar ou curar o corpo ou a alma da pessoa.  É uma espécie de Tefilá (oração) que expressa concretamente , com base em desejos de fé (emuná) e confiança de que um indivíduo fortalece sua conexão com Deus. Em hebraico , a palavra Segulot, significa remédio espiritual. São apenas 28 palavras que têm um força poderosa de cura, limpeza e proteção.  É como se fosse um mantra ou uma oração falada que age como uma ferramenta mística do espírito. "Deus, nosso Divino Pai e Criador, por favor,  ande pela minha casa

MAR MORTO

Um lugar lindo demais!!! Uma mistura de poesia, natureza, paz e mil encantos... O Mar Morto, local 430 mts abaixo do nível do mar, com uma concentração de sal muito grande, atrai gente do mundo todo todos os dias aqui em Israel.