Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

MAIS UM POUCO SOBRE ALIÁ (IMIGRAÇÃO PARA ISRAEL)

Muita gente tem me perguntado sobre aliá. Embora já tenha escrito uma matéria sobre isso, resolvi escrever mais, para quem sabe tirar algumas dúvidas de algumas pessoas.                                                                               A história começa quando você pensa em mudar sua vida, sair do país onde vive. Aquilo começa a crescer em tua cabeça e, se realmente é uma forte vontade, você começa a ter que pensar em todos os detalhes que essa mudança requer e em todas as emoções que ela gera.  Começa uma revolução interna muito importante. Não é uma tarefa muito fácil,  mas  altamente desafiadora.  Nem todos tem estrutura prá isso, mas posso dizer com toda certeza que vale a pena arriscar. A vida é uma só e precisamos vive-la intensamente cada minuto que pudermos. Se você mora num apartamento legal, tem um  certo conforto, teus filhos estão numa boa escola,  tem gente que te ajuda na limpeza da casa, na infra estrutura do dia a dia da família.... pense

SHAVUOT.... MAIS UMA FESTA DO POVO DE ISRAEL

Apesar do povo judaico ter muitas histórias tristes em seu percurso, tem também muitas festas que são comemoradas com toda intensidade e emoção. Em Israel a gente vive isso bem de perto e essa é uma das características que faz o morar nesse país, ser diferente do morar em qualquer outro lugar do mundo. Agora comemoramos Shavuot. Em hebraico significa semanas e também juramentos. Com a outorga da Torá, o povo judeu e Deus formaram  um  pacto de nunca abandonar um ao outro. Shavuot celebra a descida de Moisés no Monte Sinai e sua apresentação para os povos de Israel da Torá (os livros do Pentateuco) e as duas tábuas em que foram gravados os Dez Mandamentos.   A ênfase em Shavuot é ao receber a Torá  aceitar as revelações contidas dentro dela.   Essa aceitação é um compromisso de obedecer as leis dadas por Moisés. A festa das semanas, é uma das três festas de peregrinação, assim como Pessach (páscoa judaica ) e Sucot (a festa das cabanas). Nessas festas o povo judeu ia a

MAIS UM POUCO DE JERUSALÉM

Ontem fomos ao Kotel, o Muro das Lamentações em Jerusalém.  Passamos por ruas da cidade velha que ainda não tínhamos passado. Todas elas são bem parecidas e sempre cheias de gente circulando por lá. Um passeio no túnel do tempo. Um local tão disputado por tantos, um local tão importante para tanta gente, um local de muitas histórias, conflitos e lutas. Ontem em especial haviam muitos muçulmanos, muitas mulheres de burca e muitas bastante cobertas, como é o costume deles. Sentimos  uma certa hostilidade por parte deles. De repente nos deparamos com uma briga entre dois árabes, donos de loja do Schuk (mercado) de lá. Uma gritaria e muito estress naquele momento. Uma multidão de curiosos ficou parada olhando e escutando tudo, claro... isso está inerente ao ser humano em qualquer lugar do mundo.  A polícia local acabou interferindo e em seguida chegou uma moto da Maguen David Adom, (Serviço nacional de emergência médica) assim como uma maca carregada por paramédicos que