Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

MUSEU DA FORÇA AÉREA DE ISRAEL- HATZERIM - SUL DE ISRAEL

Ontem fui a uma formatura na Escola da Aeronáutica  em Beer Sheva, sul  de Israel.  Antes demos uma passadinha no   Museu da Força Aérea Israelense   que está localizado na   Base aérea de Hatzerim   no deserto do Neguev. Estava no deserto e, claro...um calor infernal. Apesar disso deu para desfrutar de bons momentos e lógico, tomar um banho de história naquele local. O museu foi fundado em 1977 e foi aberto ao público desde 1991. O museu exibe uma variedade de   aeronaves estrangeiras  bem como anti-armas de aeronaves. A   História da Força Aérea de Israel   começa em maio de 1948, logo após a formação do  Estado de Israel .   Na sequência da  declaração de Independência   de Israel,  em 14 de maio, as suas instituições nacionais pré-estatais foram transformadas em agências de um estado, e em 26 de maio de 1948, foi formada a  Força Aérea de Israel .   Começando com uma pequena coleção de aeronaves ligeiras, a Força Aérea foi crescendo e em breve transformou-se nu

A MACONHA É COISA SÉRIA EM ISRAEL

Em Israel, a maconha é coisa séria Tá aí um assunto bastante controverso em todo mundo... Maconha....Em Israel a coisa é séria de verdade. A produção e o uso da maconha com fins medicinais é legal em Israel. No kibutz Na'an,  Roth que sobreviveu ao holocausto e a uma apoplexia que quase lhe custou a mobilidade das mãos e, em 2011 perdeu sua mulher. Graças à maconha consegue superar um pouco melhor as dores físicas e emocionais. Depois que começou a fumar consegue pintar ou escrever com segurança. Na casa para  idosos Hadarim, a maconha faz parte do tratamento médico. Eles são parte dos onze mil pacientes que fumam maconha em Israel de forma legal e livre. Na geriatria o futuro não importa, mas sim o presente, a qualidade do agora e a possibilidade de longevidade sem sofrimento. Extraída com uma seringa e dissolvida em iogurte 3 vezes ao dia em doses de meio grama, a maconha diminui drasticamente a necessidade de remédios, segundo enfermeiras, médicos e pacientes. P