FÁBRICA DE PAPIROS no CAIRO

Os papiros do Egito

E lá estávamos vendo ao vivo e em cores os famosos papiros do Egito e aprendendo como são feitos.
A gente sempre vê em quadros, em vários lugares, mas nem imagina como eles acontecem. 
E eu estava lá, no local da produção!!! Muito bacana!!!





Uma explanação super interessante e uma exposição de trabalhos maravilhosos, todos feitos à mão com muita arte e profissionalismo.
Mas o que são os papiros e como são feitos?

Papiro (pelo latim papirus do grego antigo πάπυρος) é, originalmente, uma planta perene da família das ciperáceas cujo  nome científico é  Cyperus papyrus, por extensão é também o meio físico usado para a escrita (precursor do papel)  durante a antiguidade do Antigo Egito e  civilizações do Oriente Médio, como os hebreus e babilônios, e todo o mundo greco-romano).


A confecção do papiro
O papiro é obtido utilizando a parte interna, branca e esponjosa, do caule da planta papiro, cortado em finas tiras que eram posteriormente molhadas, sobrepostas e cruzadas, para depois serem prensadas.
A folha obtida era martelada, alisada e colada ao lado de outras folhas para formar uma longa fita que era depois enrolada. A escrita dava-se paralelamente às fibras.
Foi por volta de 2500 a.C. que os egípcios desenvolveram a técnica de fabricar folhas de papiro, considerado o precursor do papel.
Para confeccionar o papiro, corta-se o miolo esbranquiçado e poroso do talo em finas lâminas. Depois de secas, estas lâminas são mergulhadas em água com vinagre para ali permanecerem por seis dias, com propósito de eliminar o açúcar.
Outra vez secas, as lâminas são ajeitadas em fileiras horizontais e verticais, sobrepostas umas às outras. A sequência do processo exige que as lâminas sejam colocadas entre dois pedaços de tecido de algodão, sendo então mantidas e prensadas por seis dias.
 E é com o peso da prensa que as finas lâminas se misturam homogeneamente para formar o papel amarelado, pronto para ser usado. O papiro pronto era, então, enrolado a uma vareta de madeira ou marfim para criar o rolo que seria usado na escrita.
Veja no filme que fiz!!


Papirologia

Papirologia (do grego πάπυρος, papyros, e λόγος, logos) é o estudo dos antigos papiros, principalmente de origens egípcia, grega e romana, que eram fabricados a partir da extração da polpa da planta do papiro.
Os escritos eram feitos com tinta e cálamo, feito de junco.
Os papiros se deterioram rapidamente e os últimos que chegaram até a época atual datam do século X.
Interessante, né?
Fiquei boquiaberta com as obras de arte que vi ao vivo e em cores. 
Muitos dourados, muitos desenhos super trabalhados com uma riqueza maravilhosa de detalhes!!
Amei!!!


RECENTE

FABRICA DE VELAS EM SFAT MARAL

Viaje pelas postagens...