Viver em Israel... Como é isso?

Viver em Israel...




Como é isso?
Como é chegar em Israel?
Teria que escrever dias e dias sobre esse assunto, mas vou dar uma passada geral para que vocês tenham idéia.
Embora já tenha escrito algumas matérias sobre este assunto, muitas pessoas  me abordam todos os dias perguntando muitas coisas.
A princípio, o governo do Estado de Israel facilita a vida do  cidadão que é judeu por parte de pai e mãe ou que tenha descendência judaica comprovada ou que seja casado(a)  com um judeu ou uma judia. Caso contrário, seria com conversão aceita aqui , autorização por trabalho ou um casamento com judeu.
Estar aqui significa pelo menos no começo, abdicar de muitas coisas que tínhamos no Brasil.
Aqui uma empregada doméstica é artigo de luxo. Custa caro. Inclusive muitos fazem este serviço, pois paga-se bem a hora. Claro que é fisicamente puxado, um trabalho que não estamos acostumados a fazer, mas por um tempo pode valer a pena, para juntar algum dinheiro.
Estar aqui significa que você precisa das pessoas. Tem que aprender a deixar um pouco o orgulho de lado.    
Significa que sem a língua tudo fica muito mais complicado e muitas vezes precisamos de ajuda.
O inglês colabora muito, mas infelizmente na educação brasileira, muitos não tiveram oportunidade de aprender.
Estar aqui significa que você precisa se adaptar a uma nova cultura e aceita-la, caso contrário, melhor  voltar.
Alimentação aqui também é diferente do Brasil, embora tenham muitas coisas que tem por lá.
O israelense tem hábitos alimentares diferentes e,  claro, não tem comida melhor que no Brasil, em especial em São Paulo, Rio, Minas Gerais, Rio Grande do Sul.  Que me perdoem as pessoas de outros estados.
 Mas tem coisas boas e a gente acaba se adaptando.
È muito interessante ver as crianças comendo pepino com tomate e tahina  ( creme de gergelim delicioso) no café da manhã. Eles adoram!!
Estar aqui significa que um dia seus filhos pequenos irão para o exército.
Significa que você está protegido quanto  a saúde, pois aqui ela funciona.
Significa que você terá que se acostumar a trabalhar em qualquer coisa, pelo menos no início, para começar a se acostumar com a nova cultura, costumes e principalmente a língua.
Significa que em muitos casos temos que esquecer nossa profissão tão suada no Brasil para fazer outras coisas, pois nem todas as profissões do Brasil cabem no dia a dia e estrutura daqui.
Estar aqui significa que você vai poder viajar por todo país com bem menos dinheiro que no Brasil, pois as distâncias são bem menores e é impressionante a riqueza de paisagens diversas que temos para conhecer em tão pouco espaço. Claro que viajar daqui para a Europa também vale muito a pena em termos de custo.
Estar aqui significa que você se sentirá mais seguro que nunca, pois aqui podemos andar a noite nas ruas, podemos sacar dinheiro no caixa eletrônico que  muitos ficam na calçada, podemos caminhar num parque, numa praia a noite....
 Violência urbana existe, mas em muito pequena escala.
Significa que você de vez em quando poderá se deparar com uma guerra  e muitas vezes escutará uma sirene arrepiante  e terá que sair correndo para o abrigo. Esse departamento nem todos conseguem administrar, principalmente dependendo da cidade onde moram.
Quanto mais perto da faixa de Gaza, menos tempo tem para se proteger.
Estar aqui, significa que você pode ficar um tempo sem carro, pois o transporte público funciona muito bem. São limpos, com wifi em alguns, seguros e pontuais. Só atrapalha muito em fins de semana quando o transporte público para em função do shabat.
Estar aqui significa que não importa sua situação financeira, você tem direito a saúde e será atendido imediatamente, caso precise, principalmente em situações de emergência.
Existem alguns planos de saúde, onde você pode optar por adquirir um plano melhor que te dá direitos a descontos e algumas regalias a mais, mas mesmo assim sai barato. Alguns procedimentos também são cobrados, mas nem se compara aos preços do Brasil.
E olha... o atendimento de forma geral é muito bom. Claro que existem os costumes diferentes aqui. Talvez tenham pessoas não tão simpáticas, mas eu penso que tem gente assim em todos os lugares. Vai muito de como você lida com as situações. Simpatia, um sorriso e educação são sempre bem vindos e quebram o gelo em muitos lugares.
Estar aqui significa que seus filhos terão uma educação de qualidade. Quase 100% das escolas daqui são públicas e todos  tem direito a elas. 
Existem escolas particulares, mas são muito caras e geralmente possuem algum direcionamento especial.
A educação em Israel é obrigatória a partir dos 5 anos de idade. Até a idade  de 3 anos, existem os jardins de infância que são caros. Mesmo assim tem algumas entidades que dão desconto para quem não pode pagar o custo total. Depois de 3 anos as crianças passam a frequentar escolas da prefeitura, sempre próximas de suas moradias. Essas são gratuitas e tem umas taxas baratas para se pagar ao longo do ano. 
Estar aqui significa que você vai comprar alimentos com qualidade, pois a fiscalização da vigilância sanitária é bastante rigorosa.Estar aqui significa que se você ficar desempregado, depois de passar um ano trabalhando, você tem direito a um seguro desemprego. Isso te dá um tempo para respirar e procurar outro trabalho.
Israel oferece em alguns casos,  cursos de capacitação com bom descontos ou pagos pelo governo para os novos imigrantes que estão recomeçando suas vidas. Muitos começam aqui uma nova profissão. Mas para isso precisa do hebraico.
Estar aqui não significa que você irá conseguir ficar rico, juntar muito dinheiro, mas sim, terá qualidade de vida e mais tranquilidade. Israel é um país com estabilidade financeira e economicamente seguro.
Se você estiver aqui legalizado, conforme a cartilha, ou seja, com todos os documentos  necessários para ser um cidadão israelense, fica bem mais fácil de conseguir trabalho.
Mas claro, saiba que aqui você muitas vezes terá que fazer coisas que jamais imaginou fazer em sua vida. Eu falo de trabalhos que no Brasil, jamais faríamos...como por exemplo... camareiro de hotel, cozinheiro, segurança, cuidador de idosos, de crianças, trabalhador de fábrica, vendedor de loja, ajudante de restaurante....
Aqui todos que trabalham são bem vistos.Não existe preconceito quanto a isso.  Quando eles sabem que somos imigrantes, eles apreciam nossa coragem.
 Claro que sempre tem um que te pergunta... o que você veio fazer aqui?, mas prá esses eu  dou a mínima. Certamente ele não está feliz e não entende o que viemos fazer aqui.
Aqui infelizmente também existe discriminação, como em qualquer outro lugar.
 Israel também tem suas idiossincrasias.
Convivemos com gente de todos os lugares do mundo e isso é muito legal e muito enriquecedor.
Estar aqui significa ver soldados armados em todos os lugares, em todos os momentos. A gente acaba acostumando com isso.
Estar aqui significa de vez em quando se deparar com um homem parando seu carro em pleno acostamento de uma  freeway para rezar.
Estar aqui significa ver muitas mulheres rezando dentro dos ônibus com seus livros de rezas.
Estar aqui significa aprender a se comportar e respeitar os bairros religiosos, onde certas vestimentas mais ousadas e decotadas não são permitidas, assim como carro no shabat, também não.
Estar aqui significa aprender a aceitar novas condições, entender que o país não tem obrigação nenhuma com você e o que vem do governo é lucro. Nenhum país é tão paternalista com seu povo como Israel. Estar aqui também significa sentir solidão, saudade e muitas vezes um pouco de depressão.
Não é fácil deixar uma vida toda para trás. Em muitos momentos o baixo astral toma conta.
Agora... temos que aprender a administrar essa questão que é mais que normal acontecer nessa condição.
 Mas quando você para  pensar em tudo que conquistou em tão pouco tempo e compara se conseguiria fazer o mesmo em seu país de origem, você repensa e volta a ficar mais feliz.
Veio né? Então Yalla.... vamos em frente!!!
Pois é... Israel não é um mar de rosas. Tem lugares lindos, mas tem os feios também. Tem pessoas difíceis, mas tem as muito bacanas também. Tem o lado negro, mas tem o lado colorido que me encanta demais.
Somos um país que conseguiu se desenvolver no meio do deserto e conseguiu milagres.
É impressionante ver as plantações no meio do deserto!!!
Temos   tecnologia das mais evoluídas do mundo, temos o melhor exército do mundo, temos uma das melhores qualidades de vida do mundo.
Mesmo com ataques palestinos, mesmo com a iminência de uma nova guerra, estamos aqui, vivendo e correndo atrás de nossa paz de alma.
Vir para Israel ainda jovem ou com uma família começando, é bem interessante. As crianças se adaptam com mais facilidade , pois são pequenos e fica tudo mais simples.
Vir numa idade mais avançada, claro que não é impossível, mas não posso dizer que seja muito fácil.
 Se tiver uma renda fixa do Brasil é melhor. Pelo menos você não fica tão inseguro.
 Numa idade mais avançada fica mais difícil aprender o idioma, fica mais limitante os tipos de trabalho que podemos  aguentar. Isso tudo é para se pensar. Mas em nenhum momento eu desanimo as pessoas. Eu penso que é melhor tentar e se arrepender de ter tentado, do que depois chorar por nunca ter feito. Sempre é possível recomeçar e buscar seu nirvana. Muitos conseguiram!!!
A vida aqui é muito mutante para os novos imigrantes. Muita gente chegou numa cidade e depois mudou para outra, buscando seu conforto.
Eu acho que temos que buscar o que é melhor para cada um e se for necessário experimentar a vida em outros lugares, por que não?
Tem gente que prefere ficar perto de Tel Aviv, onde a vida nunca para, mas tem pessoas que preferem a tranquilidade de cidades mais distantes do centro. Enfim, cada um escolhe o que é melhor para si.
 Por isso temos que aprender a viver cada momento como se fosse o último, pois nunca sabemos o dia de amanhã.
Estar aqui,  significa antes de qualquer coisa que você está na sua casa.
 Significa que você  vive a religião à flor da pele, pois o país comemora todos os feriados religiosos e fica triste junto nas cerimônias que lembram datas marcantes da nossa história.
Estar aqui é viver Israel em todo seu contexto. Viver o lado bom, o lado ruim, mas ter a certeza de que aqui é nosso lugar, apesar de toda a dificuldade que passamos para recomeçar nossos caminhos.
Estar aqui é chorar, se emocionar, se divertir, se arrepiar, se encantar, se revoltar, ter fé, acreditar, enfim.... viver...
Desejo sorte  a quem veio agora, serenidade para quem está pensando em vir.
Pesquise muito, pergunte muito, fuçe tudo que puder antes de vir. Venha embasado, venha mais preparado se possível.
Espero poder ter ajudado em alguma coisa.

Até a próxima postagem!!!!























RECENTE

FABRICA DE VELAS EM SFAT MARAL

Viaje pelas postagens...