Fui no cinema em Israel!!!!!

Ontem fiz um passeio bem bacana. Fui ao cinema em Israel.
 Em 3 anos que estou aqui, por incrível que pareça, foi a primeira vez. AMEI!!!!Foi o máximo prá mim.
Claro que prá quem mora no Brasil ir ao cinema é um programa muito comum e sempre agradável. 
Fui no Yes Planet em Rishon Lezion, cidade que fica ao sul do país, não muito longe de Tel Aviv. Fui assistir o filme Shniá  Ima, que em português significa, Segunda mãe. O título no Brasil é ...Que horas ela volta?. Tipo.... nada a ver com o título real do filme mas tudo bem. Sempre acontece isso.


O filme se trata de uma pernambucana (Val – Regina Casé) que se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino vai prestar vestibular, Jéssica lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.
Um filme prá distrair a cabeça, mas que mostra certos ângulos sociais interessantes.
O que me chamou a atenção é que no Brasil, pelo menos até há pouco tempo atrás, era muito comum as casas terem secretárias ou empregadas domésticas que cuidam de tudo. Hoje diante da crise ferrenha, sei que isso passou a ser um produto de luxo. Mas aqui em Israel, existe esse tipo de serviço, mas para uma minoria mais abastada. Na maioria das casas quem limpa tudo e se vira nos trinta, nos quarenta e lá vai, somos nós mesmos ou no máximo se contrata uma faxineira de vez em quando, que aliás é um serviço bem pago por aqui, para dar uma ajeitada na situação.
Outra coisa que adorei e que aqui e em nenhum lugar do mundo tem é o jeitinho brasileiro de falar. O carinho e principalmente, o sotaque nordestino que eu aprecio muito. Ó xente, visse?
Achei bem interessante essa experiência de assistir um filme brasileiro numa sala de cinema bárbara em Israel. As legendas eram em hebraico e inglês. Fiquei feliz por ter conseguido ler o hebraico. Nem todas as vezes, pois ainda leio devagar, mas consegui.
O espaço lá é bárbaro!!! Tem muitas salas de cinema, com opções para todos os gêneros. É o maior complexo de entretenimento do país. Cinema com 26 salas, incluindo 4 salas VIP super luxuosas, duas salas de banquetes e ao lado de um enorme complexo de restaurantes e cafés com vista para um lago. Um lugar que vale a pena conhecer. Fui a noite, mas ainda voltarei de dia para ver melhor o lago.
Claro que não pode deixar de faltar um balde enorme cheio de pipoca com coca cola se alguém quiser se distrair enquanto assiste o filme.

Super recomendo para quem está aqui e nunca foi. E prá quem vier também, é claro!!!




























RECENTE

AEROPORTO BEN GURION

Chegadas e partidas no aeroporto mais cobiçado do mundo... Aeroporto Internacional Ben Gurion. Um amálgama de emoções, ansiedades, trist...

Viaje pelas postagens...