TIBÉRIAS... MAIS UM BELO LUGAR DE ISRAEL

Tibérias
Tá aí um lugar que tem que ser conhecido em Israel.
Tiberíades ou Tiberíade (em hebraico: טְבֶרְיָה, transl. Tveryah; em árabe: طبرية, transl. Ṭabariyyah) é uma cidade no norte de  Israel e conta com cerca de 39.900 habitantes.
Situada às margens do Mar da Galiléia, também chamado de lago de Tiberíades, em hebraico... Kineret (כנרת). Foi denominada assim em honra ao  imperador romano Tibério.
É uma das quatro cidades sagradas no judaísmo, junto com Jerusalém, Hebron e Sfat.
 A tradição judaica está associada ao elemento água. Durante a época das cruzadas foi sede de um principado homônimo, também chamado de Principado da Galiléia. Tibérias foi fundada por volta de 20 d.C. por Herodes Antipas, filho de Herodes o Grande, que fez dela a sede de seu governo.
Segundo uma tradição ela foi edificada sobre as ruínas da aldeia israelita de Rakkat. O nome foi escolhido para homenagear o imperador Tibério, e , embora por muitos anos judeus ortodoxos a evitassem, devido ao seu nome e à sua cultura helenizada, ela acabou se tornando um dos maiores centros do judaísmo.
Sob o Império Romano, a cidade era conhecida por seu nome grego Τιβεριάς, e seu prestígio tornou-se tão grande que o mar da Galiléia logo teve seu nome trocado para mar de Tiberíades, mas os judeus religiosos continuavam a chama-lo de Yam Ha Kineret.
Em 150 d.C., ao fim da Terceira guerra judaico–romana, o tribunal judaico, Sinédrio, decidiu instalar-se em Tiberíades, decisão que fez com que a cidade virasse um foco de erudição religiosa judaica. Dizem que a Mishná, chamada de Torá Oral, provavelmente tenha sido compilada em Tiberíades, pelo rabino Judá Hanassi, em torno do ano 200. 
Treze sinagogas foram instaladas na cidade para atender às necessidades espirituais de uma crescente população judaica.
Tibérias é uma cidade alta. Porém de qualquer ponto que você está,  tem diante de si uma paisagem linda.  Na medida que vai descendo, você se depara a vista incrível do mar do Kineret, o centro comercial, supermercados, restaurantes e hotéis.
Tibérias tem uma orla deliciosa para passear, andar de barco, admirar a paisagem maravilhosa e claro, comer em seus bares e restaurantes.
Estávamos eu e meu companheiro, caminhando pelas ruas de Tibérias quando nos deparamos com uma placa com um nome conhecido nosso do Brasil. Paramos para ver o que era e perguntamos a umas pessoas do que se tratava. Alí era uma sinagoga. Nos convidaram para entrar e, justamente naquele momento estava acontecendo um almoço de sexta feira, pré shabat, onde mais tarde teria um bar mitzvá.
Nos convidaram para sentar com eles e nos serviram o almoço, muito gentilmente. Ficamos meio sem graça, mas em seguida nos sentimos à vontade, pois fomos muito bem recebidos e antes de irmos embora, nos deram de presente um sidur para cada um. Foi muito bacana passar por esta experiência.
Num outro dia estávamos passeando pela orla e escutamos uma música gospel. 
Fomos atrás para ver o que era e vimos um barco cheio de africanos indo a um passeio. Foi sensacional, pois eles estavam muito felizes e dançando com aquela música alegre e contagiante. Suas vestes eram bem coloridas e eles muito simpáticos.
 Muuuito legal vivenciar isso!!!





Hoje é uma cidade turística e cheia de religiosos ortodoxos vivendo por lá.
Tibérias...uma mistura de atrações, natureza, beleza, religião e quietude.
Um local tranquilo para viver e passear. Olha só....





































































































































    Simplesmente lindo!!!! Vale a pena!!!
                                                                                 


RECENTE

FABRICA DE VELAS EM SFAT MARAL

Viaje pelas postagens...